5 curiosidades sobre Vasco da Gama

0
145

No dia 24 de dezembro de 1524 faleceu o famoso navegador português Vasco da Gama. Separamos aqui cinco curiosidades sobre o personagem e seus feitos.

1- A viagem para as Índias que acaba comprovando a existência da rota contornando a África seria inicialmente entregue pelo rei Dom João II a Estevão da Gama, mas ambos falecem e o sucessor real Dom Manuel I delega a missão ao filho de Estevão, Vasco da Gama.

2- Numa cidade de Moçambique, a expedição pioneira de Vasco foi muito bem recebida pelo sultão, que pensou tratar-se de islâmicos, mas as coisas acabam não indo tão bem. Por desafetos com a população da cidade, uma turba enfurecida expulsa os nautas, que partem disparando seus canhões contra o porto. Ainda durante a ida às Índias, a frota de Vasco, inicialmente composta por 4 navios, saqueia e pilha navios mercantes muçulmanos por toda a costa oriental da África.

3- A expedição inicial foi comerciar nas Índias e para tal foi carregada de produtos que foram muito bem recebidos pelas tribos da costa Oeste africana nas viagens de Bartolomeu Dias. Porém, a civilização indiana estava habituada a comerciar produtos valiosos – como as especiarias e diversos tipos de pedras preciosas – e escarneceram de Vasco da Gama quando ele ofereceu taças de cobre, estanho, sinos, anéis de latão, tecido de algodão listrados, azeite e açúcar em troca de suas mercadorias.

4- Quando chegou às Índias na expedição em que descobrira o Brasil, Cabral descobriu que os portugueses deixados em Calecute por Gama para fundar um posto comercial haviam sido mortos e bombardeou a cidade. Em sua segunda expedição, com cinco vezes mais navios, em 1502, Vasco da Gama também bombardeia a cidade indiana.

5- Levou vida tranquila em Portugal até ser convocado a substituir Duarte de Meneses como vice-rei da Índia. Conseguiu estabelecer a ordem após a desastrosa administração de Meneses, mas vem a falecer por malária, que contraiu em Goa assim que desembarcou no continente.

IMAGEM= Vasco da Gama aportando em Calecute,em ilustração para uma edição de 1880 d’Os Lusíadas de Camões.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS