A Coreia do Norte comemora o dia mais importante do ano em meio a tensões

0
22

No dia 15 de abril é oficialmente conhecido na Coreia do Norte como o dia do sol e o 105º aniversário do nascimento do fundador da Coreia do norte e seu ‘Presidente Eterno’, KIM IL-Sung. As expectativas de que a Coreia do norte faça algo provocante nos próximos dias estão marcados com o maior dia do ano no calendário norte-Coreano, acompanhado tradicional por um grande desfile militar e festividades coloridas

Parada Militar em Pyongyang, Coreia do Norte, para marcar o 105º aniversário do nascimento do líder fundador da Coreia do Norte.

Os preparativos para um desfile militar de grande escala, planejado para este fim de semana em Pyongyang, por ocasião de um importante feriado nacional, estão em andamento na Coreia do Norte, informou a imprensa sul-coreana.
Vice-ministro: Coreia realizará ataque preventivo se a frota dos EUA se aproximar.
“Há informações de que a Coréia do Norte está controlando o tráfego em Pyongyang para realizar um desfile militar”, disse um oficial do governo sul-coreano ao jornal The Korea Herald nesta sexta-feira, explicando que o controle de tráfego poderia ser feito para facilitar o transporte de armas e de equipamentos ao centro da capital norte-coreana.
No sábado, a Coreia do Norte celebrará o Dia do Sol, marcando o 105º aniversário de nascimento do fundador e ex-líder do país, Kim Il-sung.

Enquanto isso, o porta-aviões norte-americano Carl Vinson, cercado por uma frota de navios de guerra, está se dirigindo para a Península Coreana, na véspera das festividades deste fim de semana em Pyongyang.

Segundo a imprensa, as recentes observações via satélite sugerem que a Coréia do Norte poderia estar se preparando para mais um teste nuclear nos próximos dias. A mídia dos EUA afirmou que o presidente Donald Trump pode ordenar um ataque contra a Coréia do Norte, caso Pyongyang decida realizar outro teste de armas nucleares.
Coreia do Norte estará preparando uma frota de submarinos nucleares?
Na quinta-feira, Trump disse aos repórteres na Casa Branca que o “problema” norte-coreano “será tratado”.
Em resposta, o Estado-Maior das Forças Armadas da Coréia do Norte ameaçou lançar um ataque contra bases militares dos EUA no Japão e na Coréia do Sul, bem como contra a residência presidencial em Seul.

Ditador Kim Jong-un

Fonte: RT/Sputnik

 

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS