P-47 Thunderbolt

0
62

O P-47 Thunderbolt foi um caça-bombardeiro monomotor produzido pela Republic Aviation. Possuía 8 metralhadoras Browning M2 calibre .50 com 3400 balas no total e podia carregar 2.500 libras (1.133 kg) de bombas e 10 foguetes não guiados de 127mm.

Era conhecido por sua extrema robustez, excelente armamento, alta razão de subida e melhor desempenho em altitudes elevadas.

Serviu como escolta de curto e médio alcance, sempre em altitudes elevadas, sendo substituído pelo também norte americano P-51 Mustang para as escoltas de longo alcance. Serviu com maestria para ataques ao solo, devido ao seu grande poder de fogo, elevada munição e capacidade de carregar uma elevada carga explosiva.

Seu maior concorrente foi o P-51 Mustang. Em uma comparação direta entre os dois caças norte americanos, o Mustang é mais manobrável, mais leve e com uma melhor razão de subida. O Thunderbolt é mais pesado, com maior velocidade máxima e melhor armamento (2 metralhadoras .50 a mais). Por consequência, o P-47 possui um melhor mergulho e é mais resistente, mas é pior em curvas ou em subidas.

O P-47 foi usado pela Força Aérea Brasileira na Segunda Guerra Mundial para ataques a solo ou escoltas a bombardeiros, totalizando 445 missões. Os P-47 em mãos brasileiras foram responsáveis pela destruição de 85% dos depósitos de munição, 36% dos depósitos de combustível e 28% das pontes na campanha da Itália.

Na imagem, um P-47 da FAB com 6 foguetes de 127mm, duas bombas de 500lbs e um tanque de combustível externo, que visava aumentar seu alcance operacional.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS