A intensa doutrinação comunista nas escolas de Cuba

0
144

Os pais não podem se opor à doutrinação do regime comunista, pois é considerado um crime. As consequências podem chegar aos 3 anos de prisão.

Um dos raros internautas de Cuba compartilhou em suas redes sociais a foto de um exercício de matemática do ensino médio, em que se pode observar a doutrinação do regime comunista em relação aos jovens.

Em seu perfil no Facebook, no dia 6 de junho, Juliette Isabel Fernández Estrada compartilhou uma foto do enunciado de um problema de matemática a ser resolvido.

“Este é um dos exercícios constantes do caderno de matemática para o ensino médio em Cuba. Cerebrinhos exercitados e especialmente bem lavados”, disse Fernández ao publicar a foto no Facebook.

O enunciado escrito no livro dizia:

“3. A fim de aumentar a política hostil contra o nosso país, o orçamento dos Estados Unidos contribui anualmente com cinquenta e nove milhões de dólares para os grupos contra-revolucionários. Isso representa uma média diária:”

O livro, segundo comentou Fernández em sua publicação, é chamado de “Exercícios e problemas integrativos de matemática para o ensino médio” e é vendido como livro complementar nas livrarias da capital Havana.

Lillianne Ruiz, uma mãe que mora em Havana, também falou há alguns anos sobre a educação castrista que sua filha de 7 anos recebe:

“Nós vemos diariamente crianças de 5 anos gritando em escolas ‘Pátria ou Morte’ (…) Isso as torna livres? Como você pode pensar em morte quando nem sabe viver?”

Lilliane contou a história da filha de 3 anos de sua amiga, que recebeu como tarefa pintar a boina de Che Guevara, pintar o chapéu de Camila e depois pintar as calças de Fidel Castro.

“É dado como certo que, se a educação é gratuita, devo aceitar que os valores ensinados à minha filha são os mesmos valores que constituem a profunda crise de direitos que existe em nosso país.”

No vídeo abaixo pode-se ouvir crianças entre seis e onze anos de idade prometendo ser “valiosos membros da União dos Jovens Comunistas”, durante o juramento dos “Pioneiros José Martí”, que acontece anualmente em comemoração ao nascimento de Ernesto “Che” Guevara.

Os pais não podem se opor à doutrinação do regime cubano, pois é considerado um crime e eles podem enfrentar sérias consequências que chegam a até 3 anos de prisão, informa o site Epoch Times.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS