Indústria do Brasil celebra acordo comercial com União Europeia

0
44

Para a a CNI, trata-se do mais importante acordo de livre-comércio já firmado pelo Brasil. Bolsonaro compartilha da opinião.

Confederação Nacional da Indústria (CNI) comemorou o acordo de livre-comércio entre Mercosul União Europeia assinado formalmente nesta sexta-feira (28).

Em nota, o presidente da CNI, Robson Andrade, afirmou que o acordo pode representar o “passaporte para o Brasil entrar na liga das grandes economias do comércio internacional”.

Segundo o jornal Estadão, Andrade declarou:

“Cria novas oportunidades de exportação devido à redução de tarifas europeias, ao mesmo tempo que abre o mercado brasileiro para produtos e serviços europeus, o que exigirá do Brasil aprofundamento das reformas domésticas.”

E acrescentou:

O importante é que essa mudança será gradual, mesmo assim as empresas devem começar a se adaptar à nova realidade.”

Estudo feito pela CNI indicou que, dos 1.101 produtos que o Brasil tem condições de exportar para a União Europeia, 68% enfrentam hoje tarifas de importação ou quotas.

No ano passado, o Brasil exportou para a União Europeia US$ 42,1 bilhões em produtos.

Juntos, os países do bloco representam o segundo maior mercado para bens brasileiros no mundo, perdendo apenas para a China.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS