Bolsonaro não recorre, e Justiça encerra processo de Adélio

0
132

Jair Bolsonaro e Procuradoria não recorreram. Com isso, não cabem mais recursos à sentença que considerou Adélio Bispo inimputável.

Sem manifestações adicionais do presidente da República, Jair Bolsonaro, e do Ministério Público Federal em Minas Gerais, a 3ª Vara Federal de Juiz de Fora anunciou, nesta terça-feira (16), o encerramento do caso envolvendo Adélio Bispo de Oliveira.

Responsável por desferir uma facada no então candidato à Presidência em setembro, Adélio foi considerado inimputável, isto é, incapaz de responder por seus atos.

Com a ausência de manifestação de Bolsonaro e MPF, não cabem mais recursos à sentença proferida no dia 14 de junho.

Procurada pela reportagem do jornal Gaúcha ZH, a Presidência da República não havia se manifestado sobre a decisão até a publicação desta matéria. O MPF não quis comentar.

O advogado de defesa de Adélio, Zanone Manuel de Oliveira, já havia antecipado que não iria recorrer da decisão.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS