Ex-presidente do Peru é preso nos EUA por caso Odebrecht

0
19

Antes considerado foragido, Alejandro Toledo comandou o Peru de 2001 a 2006. A prisão faz parte de processo de extradição.

O ex-presidente do Peru, Alejandro Toledo, foi preso nos Estados Unidos para que seja cumprido um “mandato de extradição”.

Segundo procuradores peruanos, a detenção visa obrigar Toledo a comparecer a sua “primeira audiência com as autoridades judiciais dos EUA, como parte de um processo cujo objetivo é conseguir o retorno dele ao país”.

O ex-presidente é alvo de dois mandados de prisão sob acusação de ter recebido suborno de US$ 20 milhões da construtora brasileira Odebrecht, informa o site UOL.

Toledo é acusado também de ter praticado lavagem de dinheiro, que é o crime de dar aparência legal a recursos de origem ilícita. O caso ficou conhecido no Peru como “Ecoteva”.

Há também um mandado de prisão contra sua mulher, Eliane Karp, também por acusação de lavagem de dinheiro.

Toledo e Karp negam todas as acusações. Ambos vivem na Califórnia desde o início de 2017, época em que a Justiça peruana emitiu os mandados de prisão.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS