Marquinhos não ignorou Bolsonaro durante premiação no Maracanã

0
55

Diante da intensa repercussão nas redes sociais sobre o momento no qual recebe a medalha, o zagueiro da seleção brasileira diz que cumprimentou Bolsonaro.

O zagueiro Marquinhos negou que tenha se recusado a cumprimentar o presidente da República, Jair Bolsonaro, durante a cerimônia de premiação da Copa América.

O defensor fez questão de esclarecer que o vídeo circulando nas rede sociais não foi um ato intencional:

“Pelo amor de Deus, não. Eu fui, cumprimentei, voltei para pegar a medalha com a pessoa que estava antes dele. Não teve problema nenhum.”

Segundo o GloboEsporte, o atleta acrescentou:

“Eu acho que o presidente é nossa autoridade máxima do país. Sendo a Copa América aqui, não vejo problema de ele estar ali na festa, representando o país. Em outros países as coisas acontecem assim também. Não tem problema.”

Em vídeo compartilhado na rede social Twitter, Bolsonaro aparece cumprimentando Marquinhos. “Parabéns pelo título, Marquinhos! Sucesso, garoto!”, escreveu o presidente.

A presença do presidente do Brasil no gramado do Maracanã após a conquista do título sobre o Peru causou reboliço nas redes sociais.

Bolsonaro chegou a ser convidado pelos jogadores para tirar uma foto segurando a cobiçada taça da Copa América. Durante o clique dos fotógrafos, alguns atletas da seleção gritavam “mito”.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS