Erros que você não deve cometer para não se tornar um idiota

0
80

• trocar conceitos comprovados em ciências biológicas por teorias sociais;

• atribuir-se à política de esquerda sem nunca ter estudado as ideologias políticas;

• não saber que o marxismo reside em seu potencial a destruição de uma cultura, ideais e valores;

• fazer discurso de “ressocialização” sobre a cadeia, quando, na verdade, seu objetivo é tão somente punir;

• atribuir avanços que ocorreram em todo o mundo ao governo que estava no poder na época em que ocorreram;

• pensar que a destruição dos pilares do casamento (espécie, gênero e número) na sociedade não irá afetar sua vida;

• pensar que os pais devem criar seus filhos para serem gays e que não têm o direito de querer que eles sejam héteros se não serão homofóbicos;

• pensar que padrões são opressores quando, na verdade, são necessários para manter a ordem na sociedade, e ainda choramingar caso não se encaixe neles.

• usar drogas degenerativas, como a maconha, e dizer que ela não é droga, e, ainda, atingir o ápice de imbecilidade comparando-a ao açúcar ou ao chocolate;

• usar como pretexto que os seres humanos atuais têm “dívida histórica” por causa dos erros de seus ancestrais, gerando privilégios a determinadas classes na atualidade;

• pensar que aos 17 anos e 364 dias uma pessoa que comete crimes hediondos não sabe o que está fazendo, mas que, no dia seguinte, aos 18 anos, terá consciência como em um passe de mágica;

• chamar o Regime Militar do Brasil de ditadura só porque não podia ser bandido comunista e a lei era severa com estes, e ainda chamar ditaduras comunistas, como a de Cuba, de “democracia”.

 

 

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO