O parlamento alemão concorda com a proibição parcial dos véus muçulmanos no trabalho

0
20

A câmara baixa do parlamento alemão aprovou um projeto de lei nesta quinta-feira que vai proibir soldados e funcionários públicos de cobrir seus rostos no desempenho de suas funções.

O projeto de lei, publicado no site do Bundestag, determina que o uso de véus contraria o conduta e a responsabilidade dos funcionários do Estado, que deve permanecer neutro em suas interações entre si e outros cidadãos.”Adotar uma postura religiosa ou ideologicamente-motivada durante o serviço… viola esta neutralidade imperativa”, diz o texto da lei.

A decisão foi tomada meses depois da Chanceler Angela Merkel ter solicitado uma proibição de véus muçulmanos que cobrem o rosto todo em todo o país e de forma legalmente possível. A França, a Bélgica, a Bulgária, a Suíça e os Países Baixos possuem restrições semelhantes em vigor.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO