Magno Malta critica reformas embora aponte medidas necessárias

0
43

Em pronunciamento durante sessão temática nesta terça-feira (16), senador Magno Malta (PR-ES) criticou as propostas de reformas trabalhista e previdenciária, apesar de considerar algumas mudanças necessárias. Ele atribuiu aos governos do PT os milhões de desempregados do país e se referiu aos sindicatos como “monstros” alimentados por contribuições forçadas.

– A contribuição sindical é o sangue que alimenta o monstro das milícias desse partido que governou o país por 13 anos – disse o senador, ao apoiar o fim da contribuição.

Magno Malta também manifestou suas dúvidas quanto a aprovação da reforma da Previdência no Senado. Para o senador, o projeto nem deve sair da Câmara dos Deputados, por ser este um ano pré- eleitoral.

– A sociedade brasileira não quer nem ouvir falar em reforma da Previdência. Dizia eu ao presidente [Michel Temer]: ‘Pega com os seus ministros as folhas dos grandes devedores e mostra: Olha, essa raça deve. Mas não, essa raça não é cobrada. Como o povo vai entender um trem desse e vai engolir? Não vai – concluiu.

Fonte – Agência Senado

 

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO