João Dória fecha parceria com Inst. Eu Sou da Paz financiado por George Soros

0
503

A Prefeitura de São Paulo, sob a gestão de João Doria Jr. (PSDB), fez uma parceria com o Instituto Sou da Paz para aumentar o desarmamento na cidade. Em nota oficial da Secretaria Especial de Comunicação, fica claro que Dória concorda com as políticas globais de controle de armas. A nota também diz que o ato de entrega de armas é voluntário e não coercitivo.

O Instituto Liberal de São Paulo (ILISP), um dos principais divulgadores das ações de João Dória, ao cobrir a matéria omitiu uma informação importante. O Instituto Sou da Paz é mais uma das organizaçõess financiadas por George Soros. Em coberturas anteriores, Marcelo Farias presidente do ILISP havia denunciado que a site de extrema esquerda Mídia Ninja recebeu recursos financeiros do globalista Soros, aqui e aqui.

Dessa vez, Farias optou por omitir o mesmo fato quanto ao Instituto Sou da Paz.

Nas demonstrações financeiras de 2016, auditadas pela Pricewaterhouse Coopers, o documento oficial do Instituto deixa claro:

“Financiado pela Open Society lnstitute, atuamos em duas grandes frentes: (i) na Área de Sistema de Justiça Criminal […] (ii) (ií) No campo de Advocacy” (p.10)

O Instituto Sou da Paz, também recebeu enormes quantias da Open Society, captando em 2015 e 2016 algo em torno de R$ 1,2 milhões para cada ano respectivamente. Um total de 2,4 milhões de reais entre esse período.

Nem o ILISP e nem mesmo o Movimento Brasil Livre, atentaram-se para esse detalhe sórdido, ou seja, abrindo a possibilidade para que estas duas organizações sejam partidárias e promovem desinformação aos seus seguidores, um clico vicioso da Espiral do Silêncio.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO