Líder iraniano chama os sauditas de ‘vacas leiteiras’

0
47

O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, xingou Riad por suas relações “cordiais” com os EUA, chamando os sauditas de “vacas leiteiras dos americanos”.

O aiatolá Ali Khamenei criticou o recente contrato militar no valor de bilhões de dólares entre Washington e Riad, dizendo que os líderes sauditas são “idiotas” e “vacas leiteiras dos EUA”, de acordo com a emissora Deutsche Welle.

“Eles [os líderes sauditas] estão agindo de modo cordial com os inimigos do Islã, tendo uma atitude contrária em relação aos muçulmanos do Bahrein e do Iêmen”, disse Khamenei.

O presidente dos EUA Donald Trump fechou com Riad um contrato de venda de armas no valor de 110 bilhões de dólares (R$ 358,6 bilhões) durante sua visita ao reino neste mês, juntamente com outros investimentos que, no total, ascendem a 350 bilhões de dólares (R$ 1144, 03 bilhões). No âmbito da visita, Trump apelou aos líderes muçulmanos para continuarem a isolar o Irã, destacando este país como provavelmente único apoiador do terrorismo islâmico.

“Do Líbano ao Iraque e Iêmen, o Irã presta financiamento, armas e treinamento aos terroristas, milícias e outros grupos extremistas que semeiam a destruição e o caos na região”, disse Trump.

A Casa Branca confirmou oficialmente a ligação entre o acordo de venda de armas e as “ameaças iranianas”.

“Este pacote de equipamento militar e serviços visa apoiar a segurança de longo prazo da Arábia Saudita e dos países do Golfo Pérsico perante as ameaças iranianas”, disse o representante da Casa Branca após os EUA terem anunciado a assinatura do acordo com Riad.
A Arábia Saudita tem chamado repetidamente o Irã de fonte principal do terrorismo na região. Na verdade, as relações entre os dois países pioraram depois de manifestantes terem atacado a embaixada saudita em Teerã, pegando fogo ao edifício em 2016, em resposta à execução por Riad do clérigo xiita Nimr al-Nimr, segundo a Deutsche Welle.

Fonte – Sputnik / Deutsche Welle

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO