Manuel Noriega, ex-ditador do Panamá, morre aos 83 anos

0
31

O ex-ditador panamenho Manuel Antonio Noriega, morreu devido a uma hemorragia cerebral grave, após ser submetido a uma intervenção cirúrgica em um hospital da capital do país centro-americano, relatou a mídia local.

Noriega, de 83 anos, estava em coma desde 7 de março. Neste dia, os médicos tentavam extrair um tumor benigno, mas aconteceu uma hemorragia.

O ex-general governou Panamá, entre os anos de 1983 a 1989, ano em que havia sido proclamado chefe de Estado, mas, posteriormente, foi derrubado por uma intervenção militar norte-americana. Desde então, estava preso nos EUA, onde foi condenado por tráfico de drogas, lavagem de dinheiro, conspiração e homicídio.

Em 28 de janeiro, devido à próxima operação ao cérebro, o juiz tinha autorizado a sua prisão domiciliária provisória, a pedido de seus advogados.

O ex-ditador Manuel Noriega morreu nesta terça-feira (30), afirmou o presidente do Panamá Juan Carlos Varela em seu Twitter.

O político escreveu: “Morte de Manuel A. Noriega fecha um capítulo de nossa história; suas filhas e familiares merecem um enterro em paz”.

Fonte – Sputnik 

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO