Amazon abre nova loja com autoatendimento, sem caixas nem atendentes

0
70

Ela conta apenas com um funcionário para repor os produtos.

A Amazon dá mais um passo em direção ao futuro e abre uma loja com autoatendimento com produtos frescos como queijo, frutas, lanches e bebidas … mas sem atendentes. Ontem, segunda-feira (22) a loja foi aberta na cidade de Seattle, nos Estados Unidos, na Sétima Avenida.

Amazon Go é uma loja de bairro, mas segue a filosofia de que você pode adquirir um produto e sair sem ter que esperar na fila para pagar. Neste tipo de loja, ninguém passa pelo caixa.

Amazon quer proporcionar agilidade ao cliente na hora de comprar e também manter sua privacidade, já que ele não tem que mostrar os produtos comprados a um empregado para ser cobrado.

Como é o processo de pagamento neste estabelecimento?

Os clientes que desejam comprar produtos nesta loja da Amazon só precisam instalar um aplicativo chamado Amazon Go em seus Smartphones, o qual está disponível tanto para Android quanto para iOS nos Estados Unidos, além de ter uma conta Amazon ativa.

Código QR para acesso à loja através do aplicativo Amazon Go

Código QR para acesso à loja através do aplicativo Amazon Go

O cliente, antes de entrar na loja, é validado através de um código QR em seu smartphone, e a partir daí ele pode escolher os produtos que precisa, pois a loja possui um sistema de câmeras, sensores de peso nas prateleiras e tecnologia deep learning (aprendizagem profunda), através da qual registra quais produtos estão sendo escolhidos, e os adiciona a um carrinho virtual. Conforme explicado na página da Amazon, essa é uma tecnologia semelhante à utilizada na condução autônoma.

Cliente deve ser previamente validado por um código QR em seu smartphone

Cliente deve ser previamente validado por um código QR em seu smartphone

Uma vez que o usuário decide sair da loja, a cobrança é feita em sua conta na Amazon. A partir do aplicativo é possível ver quais produtos foram adicionados à conta e qual o valor total.

Embora à primeira vista pareça que pode haver falhas no sistema ao reconhecer os clientes na hora de cobrar certos produtos, ou se um cliente escolheu um produto e depois o trocou por outro, o sistema tem tudo sob controle e supostamente não comete nenhum erro.

A loja tem uma pequena cozinha que não fica à vista do cliente, onde são preparados pratos elaborados ou sanduíches. Ela conta com um funcionário para repor os produtos e para atender à lei que determina que, em locais onde são vendidas bebidas alcoólicas, deve haver alguém para perguntar ao cliente se ele tem idade suficiente para comprá-las.

Cozinha onde são preparados pratos elaborados e sanduíches

Cozinha onde são preparados pratos elaborados e sanduíches

Este projeto passou por um processo de análise dos hábitos dos compradores físicos e também contou com inúmeras sugestões para a seleção dos produtos mais procurados. Por exemplo, uma das sugestões foi incluir produtos de primeira necessidade, como analgésicos ou pilhas.

Fonte – Epoch Times

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO