Coreia do Sul pagará US$ 2,6 milhões a Coreia do Norte por despesas olímpicas

0
38

Coreia do Sul aprovou um plano para pagar os custos de hospedagem da delegação norte-coreana para os Jogos Olímpicos de Inverno.

Na quarta-feira, 14 de fevereiro, o Conselho de Promoção de Intercâmbio e Cooperação Sul-Norte assinou um recorde de US$ 2,85 bilhões de won (US$ 2,64 milhões) para pagar os custos de visitação do contingente norte-coreano de 424 pessoas, composto por um grupo de torcedores, orquestra, artistas de taekwondo, jornalistas e outros funcionários de apoio.

“O objetivo é fornecer apoio financeiro para a visita da delegação norte-coreana à Coreia do Sul e para a realização de projetos de cooperação cultural (entre o Norte e o Sul)”, disse o Ministério da Unificação, informou a agência de notícias Yonhap.

Os fundos do governo sul-coreano pagarão principalmente pela comida e acomodações dos visitantes norte-coreanos. Segundo a Reuters, a maioria da delegação ficou em hotéis de luxo na capital sul-coreana de Seul, e também perto da sede olímpica em Pyeongchang.

O valor supera os 1,35 bilhão de won (US$ 1,27 milhão) pagos pela Coreia do Sul para os 650 norte-coreanos que visitaram a cidade portuária de Busan para os Jogos Asiáticos em 2002.

Membras da equipe de torcedoras da Coreia do Norte agitam bandeiras nacionais antes da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018 no Estádio Pyeongchang, na Coreia do Sul, em 9 de fevereiro de 2018 (Franck Fife/AFP/Getty Images)
Membras da equipe de torcedoras da Coreia do Norte agitam bandeiras nacionais antes da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018 no Estádio Pyeongchang, na Coreia do Sul, em 9 de fevereiro de 2018 (Franck Fife/AFP/Getty Images)

O Comitê Olímpico Internacional (COI) cobrirá os custos dos 22 atletas norte-coreanos que participam dos jogos.

As despesas de hospedagem da delegação oficial de alto nível, que incluiu Jim Yo-jong, a irmã do líder norte-coreano Kim Jong-un, serão pagas separadamente do orçamento do governo, disse um representante do Ministério da Unificação, que não forneceu mais detalhes.

A inclusão de última hora da Coreia do Norte nos jogos foi confirmada após três rodadas de conversações entre Pyongyang e Seul em janeiro deste ano.

O ministro da unificação sul-coreano, Cho Myoung-gyon, disse na quarta-feira, 14 de fevereiro, que a participação da Coreia do Norte nos Jogos Olímpicos foi uma oportunidade que “abriu a porta para a paz na Península Coreana”, informou a Yonhap.

O orçamento para a estadia dos norte-coreanos será extraído do Fundo de Cooperação Intercoreano, parte do orçamento de gastos do Ministério da Unificação da Coreia do Sul.

Colaborou: Reuters

Fonte – Epoch TimesNTD Television

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO