Ditadura da Venezuela expulsa mais alta diplomata do Equador

0
36

A Venezuela ordenou nesta quinta-feira (18) a expulsão da mais alta representante diplomática do Equador em Caracas.

A atitude foi tomada em reciprocidade à medida adotada em Quito contra a embaixadora da Venezuela por considerar “ofensivos” os comentários da ditadura de Nicolás Maduro ao presidente Lenín Moreno.

O regime venezuelano “se vê obrigado a tomar medida recíproca contra a Encarregada de Negócios do Equador na Venezuela, Elizabeth Méndez, que é declarada persona non grata e tem 72 horas para deixar o país”, afirmou a nota oficial.

O documento destaca que a Venezuela “não pode mais do que rechaçar a sistemática intromissão em seus assuntos” por parte do presidente equatoriano, como também a expulsão de sua embaixadora em Quito, Carol Delgado, que tem 72 horas para abandonar o país.

Equador, forte aliado do chavismo durante o governo de Rafael Correa (2007-17), chamou Méndez para consultas, conforme noticiado pela Renova Mídia.

Fonte – Renova Mídia / AFP

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO