Fachin rejeita novo pedido de liberdade do presidiário Lula

0
39

Desta vez, o argumento adotado pela defesa do ex-presidente petista era de nulidades no processo.

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou nesta quinta-feira (21) mais um pedido de liberdade apresentado pela defesa do presidiário Lula da Silva.

Os advogados argumentaram que o relator da Lava Jato no Superior Tribunal de Justiça (STJ), Felix Fischer, não poderia ter negado em decisão individual o recurso para tentar reverter a condenação de Lula no caso triplex. Para a defesa, segundo a jornalista Mariana Oliveira, o recurso deveria ser julgado pelo colegiado.

Desde que foi preso, em abril do ano passado, Lula já apresentou vários pedidos de liberdade que foram rejeitados em diversas instâncias da Justiça, inclusive no próprio Supremo.

O ex-presidente foi condenado a 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

A sentença foi do Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, que ampliou a pena originalmente determinada pelo ex-juiz Sérgio Moro.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO