Itália não permite entrada de navio de ONG com imigrantes ilegais

0
60

A Itália não está disposta a permitir o desembarque de 42 migrantes ilegais a bordo de um navio de ONG alemã.

Comissão Europeia pediu que a Itália encontre uma solução para os imigrantes ilegais a bordo do Sea Watch 3, embarcação de ONG da Alemanha.

Ignorando as negativas do governo da Itália, o navio invadiu águas territoriais italianas transportando dezenas de migrantes. A embarcação foi parada pelas autoridades próximo ao porto de Lampedusa.

“Eu decidi entrar no Porto de Lampedusa [Itália]. Eu sei o risco que estou correndo, mas os 42 sobreviventes que tenho a bordo estão exaustos. Vou levá-los para um lugar seguro”, disse a capitã do navio, Carola Rackete.

Bruxelas garante que está trabalhando na possível recolocação das pessoas em outros Estados-membros da União Europeia, no caso de a Itália permitir o desembarque.

O ministro do Interior e vice-premiê da Itália, Matteo Salvini, parece, no entanto, irredutível e promete punir a tripulação, informa a agência EBC.

O governo italiano acusa a organização não governamental de violar a lei e de pôr os imigrantes ilegais em perigo.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO