Sérgio Moro defende FAB e promete punições no caso do militar preso com cocaína

0
149

“Não vamos medir esforços para investigar e punir o crime”, afirmou o ministro Sérgio Moro.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, comentou na rede social Twitter sobre o caso do militar preso na Espanha sob a acusação de transportar 39 kg de cocaína num avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

O 2.º sargento da Aeronáutica, Manoel Silva Rodrigues, foi detido após ter chegado ao país europeu com 37 pacotes de entorpecentes, guardado em sua bagagem pessoal.

militar atuava no Grupo de Transportes Especiais da FAB como comissário de bordo. Ele não tinha cargo na Presidência da República e não estava ligado diretamente à equipe presidencial de Bolsonaro.

Em sua mensagem no Twitter, Moro disse que “o militar preso com drogas em Sevilha é uma ínfima exceção em corporação (FAB) que prima pela honra”.

Moro garantiu que os fatos serão devidamente apurados pelas autoridades espanholas e brasileiras. “Não vamos medir esforços para investigar e punir o crime”, acrescentou o ministro.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO