‘Como Deus pode estar acima de mim que não creio em Deus?’, Pedro Cardoso critica slogan de Bolsonaro

0
1496

Ele disse ainda: “O governo do PT, por exemplo, na minha opinião foi se tornando proto-fascista”

Pedro Cardoso, que é bastante ativo em comentários políticos no Instagram, voltou a falar no assunto ao ser entrevistado por Marcelo Tas no “Provocações”, da TV Cultura. O ator, que se definiu como de “extrema esquerda”, criticou o governo de Jair Bolsonaro e mencionou inclusive o slogan de campanha do atual presidente: “Brasil Acima de Tudo, Deus Acima de Todos”.

“Como Deus pode estar acima de mim que não creio em Deus? Como alguém pode dizer para mim que o Deus dele está acima de mim?”, questionou. 

Ele também definiu o fascismo brasileiro como “o desejo de uma parte muito grande da população brasileira de eliminar a diferença de pensamento”. E, para não ficar apenas em um lado do espectro ideológico, Pedro Cardoso destacou: “O governo do PT, por exemplo, na minha opinião foi se tornando proto-fascista. De fato, se ele se perpetuasse no poder era muito provável que eles executassem um projeto à feição deles, com enorme desprezo pelos outros”. 

“Um dos elementos do fascismo é a idolatria por alguém. Foi por Luís Inácio, pode ser por Jair Messias ou Sérgio Moro”, concluiu. Veja:

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS