Esposa de ex-presidente do Peru alvo de operação no caso Odebrecht

0
54

A defesa de Nadine Heredia afirmou que até o momento não foram revelados “os elementos” que levaram o juiz a aprovar esta operação.

O Ministério Público do Peru ordenou uma revista, nesta terça-feira (9), na casa de Nadine Heredia, esposa do ex-presidente peruano Ollanta Humala, e em outros 26 imóveis e escritórios.

O mandado de busca e apreensão foi emitido dentro de uma investigação por supostos atos de corrupção cometidos na concessão de obras do Gasoduto do Sul à empreiteira brasileira Odebrecht.

A revista foi realizada pela equipe da procuradora Geovanna Mori, encarregada de investigar as ramificações do caso Lava Jato no Peru, que solicitou e obteve a autorização do Segundo Tribunal de Investigação especializado em Crimes de Corrupção de Funcionários.

Wifredo Pedraza, advogado de Heredia, afirmou em declarações à imprensa peruana que trata-se de uma ação “arbitrária”, fruto da “pressão midiática” contra Humala e sua mulher.

Esta operação de revista acontece depois que no final de junho foi publicada uma série de documentos internos da Odebrecht que revelava o suposto pagamento irregular de US$ 3 milhões relacionados com o Gasoduto do Sul, que foi licitado durante o governo de Humala, informa o site UOL.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO