Exército não tem informações sobre morte de pai de Santa Cruz

0
126

Em nota, Exército afirmou não ter informações sobre morte do presidente da OAB.

O Comando do Exército afirmou, nesta terça-feira (30), não dispor de informações sobre o desaparecimento e morte do militante Fernando Augusto Santa Cruz, membro da Ação Popular (AP) e pai do atual presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz.

Em nota oficial, o Exército reafirmou que não dispõe de nenhum documento sobre as operações sigilosas feitas no combate à oposição clandestina ao regime militar, como a que vitimou Santa Cruz.

“Não há nos arquivos do Exército Brasileiro documentos e registros sigilosos produzidos entre os anos de 1964 e 1985, tendo em vista que foram destruídos, de acordo com as normas existentes à época”, afirma o Exército Brasileiro, segundo o site Metrópoles.

O Exército se refere ao Regulamento de Salvaguarda de Assuntos Sigilos que autorizava a destruição de documentos, o que hoje é vedado pela Lei de Acesso à Informação

Desde a publicação da lei que reconheceu os desaparecidos políticos em 1995 durante o governo Fernando Henrique Cardoso, o Exército sempre negou ter sob guarda informações a respeito das ações contra guerrilhas nos anos 1960 e 1970.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO