General Heleno participa de ato a favor da Lava Jato em Brasília

0
137

“Derrotistas e esquerdopatas erraram previsão sobre G-20”, diz Heleno em ato neste dia 30 de junho.

O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, participou dos atos deste domingo (30) em defesa do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, e da Operação Lava Jato.

Os manifestantes também pediram aprovação de pautas ligadas ao governo do presidente Jair Bolsonaro como a reforma da Previdência.

Esta foi a primeira vez que um membro do primeiro escalão do governo participa diretamente de manifestação desde que Bolsonaro assumiu a Presidência.

Heleno chegou de camisa amarela e boné azul em ato na frente do Congresso Nacional, em Brasília. Após subir em carro de som, o general declarou:

“O ministro Moro teve coragem de abandonar 22 anos de magistratura para se entregar à Pátria sem ganhar nada, ao contrário.”

E, segundo o Estadão, acrescentou:

“Hoje é um dia histórico para esse País. Nós acabamos de chegar, o presidente da República e sua comitiva, da reunião do Grupo dos 20, que reúne os maiores países do mundo em Osaka no Japão. Mais uma vez, as previsões dos esquerdopatas, dos derrotistas, fracassou (sic). O presidente do Brasil volta de Osaka devidamente homenageado pelos grandes chefes de Estado do mundo. Foi recebido com todas as honras não só pelo governo japonês, mas por todos que estavam lá presente, incluindo o presidente [Emmanuel] Macron, a presidente [Angela] Merkel, o presidente [Donald] Trump e todos os outros dignitários dos países.”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS