Governo Bolsonaro está preocupado com perseguição aos cristãos

0
55
DF - DIA INTERNACIONAL DA MULHER/BOLSONARO - POLÕTICA - O presidente da Rep¿blica, Jair Bolsonaro, ao lado de Damares Alves, ministra da Mulher, FamÌlia e Direitos Humanos, em cerimÙnia alusiva ao Dia Internacional da Mulher, no Sal¿o Oeste do Pal·cio do Planalto, em BrasÌlia, nesta sexta-feira, 8. 08/03/2019 - Foto: DIDA SAMPAIO/ESTAD¿O CONTE¿DO

Durante evento em Washington, Damares Alves anunciou a criação de um comitê nacional de liberdade religiosa e de crenças.

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, disse que o governo do presidente Jair Bolsonaro está “particularmente apreensivo” com a perseguição contra cristãos em diferentes partes do mundo.

Em Washington, durante encontro sobre avanço da liberdade religiosa, realizado pela chancelaria dos Estados Unidos, Damares declarou:

“Não dá mais para admitir a perseguição e morte de tantos cristãos no mundo.”

Ela anunciou a criação de um comitê nacional de liberdade religiosa e de crença e também de uma “coordenação nacional para promover iniciativas para garantir o pleno exercício da liberdade religiosa”.

A ministra não explicou a competência de cada um dos órgãos criados e nem detalhou quais iniciativas serão tomadas, mas disse que será dada “atenção especial às religiões de matriz africana”, informa o site Metrópoles.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO