Inglaterra busca autores dos vazamentos de mensagens diplomáticas

0
38

“Temos que restabelecer a confiança em nossas equipes em todo o mundo para que continuem nos dando avaliações sinceras”, disse o chanceler britânico.

O governo do Reino Unido abriu uma investigação para encontrar os responsáveis pelo vazamento de telegramas diplomáticos em que o embaixador britânico nos Estados Unidos teria descrito a administração de Donald Trump como “inepta” e “excepcionalmente disfuncional”.

Segundo a agência AFP, o ministro das Relações Exteriores, Jeremy Hunt, declarou:

“Temos que descobrir como isso aconteceu. Temos que restabelecer a confiança em nossas equipes em todo o mundo para que continuem nos dando avaliações sinceras.”

Um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, que não questionou a veracidade das mensagens em questão, informou que “será aberta uma investigação oficial sobre os vazamentos”.

As declarações supostamente foram feitas pelo embaixador Kim Darroch, um dos diplomatas britânicos mais experientes.

As revelações caem num momento complicado, tendo em conta que Londres busca preparar um acordo de livre comércio pós-Brexit com os Estados Unidos, seu aliado histórico.

O ministro para o Comércio Internacional britânico Liam Fox pediu uma intervenção da Justiça, depois de declarar que os vazamentos “não são profissionais, não são éticos e não são patrióticos”, uma vez que podem provocar problemas nas relações com os EUA.

O chanceler Hunt completou:

“Continuamos pensando que, com Donald Trump, o governo americano é, além de muito eficiente, o melhor amigo para o Reino Unido no cenário internacional.”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO