Japão usa robôs para melhorar atendimento aos idosos

0
75

Com poucos jovens integrando a força de trabalho e muito idosos necessitando de cuidados, o Japão se vê obrigado a investir em robôs como cuidadores.

Japão é um país com 26,3% da população na terceira idade, segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde).

Este número deixa claro que há poucos jovens integrando a força de trabalho, e desses, pouco querem desempenhar funções com baixa remuneração como a de cuidador de idosos.

O país asiático para ter encontrado a solução com os robôs, segundo o site Olhar Digital.

Na casa de repouso Minami Tsukuba, perto de Tóquio, a cuidadora Asami Konishi utiliza um dispositivo robótico nos quadris dos pacientes para ajudá-los a levantar.

O dispositivo, criado pela Cyberdyne Inc, é apenas um dos exemplos de tecnologia para esse segmento.

Outras empresas japonesas também estão desenvolvendo robôs para ajudar pessoas idosas e debilitadas. A Panasonic fabrica uma cama robótica que se transforma em cadeira de rodas.

O filhote de cachorro robô da Sony é visto como terapia para a solidão e demência.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO