Jornal Bild da Alemanha critica censura sobre saúde de Angela Merkel

0
61

As crises de tremores não explicadas sofridas pela chefe de governo estão repercutindo na imprensa alemã.

O jornal Bild, o mais lido da Alemanha, acusou, nesta sexta-feira (12), o partido CDU, de Angela Merkel, de estar praticando “censura” em relação às informações sobre o estado de saúde da chanceler.

Em sua página na internet, o jornal mostrou sua indignação com o fato de a União Democrata-Cristã (CDU, na sigla em alemão) estar agindo “como se Angela Merkel nunca tivesse sofrido três ataques de tremores”.

O jornal ressaltou que estes incidentes são “um tema tabu” dentro da CDU.

Liderado por Merkel até dezembro, o partido não considerou oportuno mencionar estes episódios em suas resenhas de imprensa enviadas todas as manhãs.

Estas “crises misteriosas de tremores” – como escreve o “Bild” – são “o tema número um nos veículos alemães”.

No poder há quase 14 anos, a chanceler se mostrou tranquilizadora sobre seu estado de saúde, declarandoque estava “muito bem”. Na próxima quarta-feira, Merkel completa 65 anos.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO