Paulo Guedes desconhece investigação no COAF sobre Glenn Greenwald

0
27

O ofício foi protocolado pouco antes de vencer o prazo de 24 horas para que Paulo Guedes apresentasse explicações.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, encaminhou, nesta terça-feira (9), ofício ao presidente do Tribunal de Contas da União (TCU) em resposta a questionamentos sobre supostas investigações de movimentações financeiras do ativista norte-americano Glenn Greenwald.

No documento, Guedes afirmou que “não tem conhecimento sobre ‘os fatos noticiados nos autos’” e que “não tomou parte de nenhuma questão relacionada aos fatos e situações ali descritos, não havendo, por conseguinte, orientado ou determinado nenhuma providência por parte do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) em eventuais investigações levadas a efeito”, informa o site UOL.

No ofício encaminhado ao TCU, o ministro do governo Jair Bolsonaro também pontuou que o COAF, “em face de sua missão institucional e da natureza de suas atribuições, exerce-as com autonomia técnica, o que é rigorosamente respeitado”.

Guedes afirmou ainda que, em relação aos controles internos existentes para evitar que os recursos do COAF sejam empregados em desacordo com sua finalidade, “melhor poderá dizer o próprio COAF”.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS