Protesto na Rússia termina com mais de mil presos

0
55

A manifestação, que conta com a participação de representantes da oposição, pede eleições livres.

Mais de 1.000 pessoas foram presas pela polícia russa durante uma manifestação em Moscou, capital da Rússia, neste sábado (27).

Segundo números oficiais da polícia, 3.500 pessoas participaram no protesto, incluindo 700 jornalistas e blogueiros, e “1.074 pessoas foram detidas por delitos diversos”, detalhou o site G1.

O ato foi convocado após autoridades barrarem candidatos de oposição e independentes para a câmara de vereadores da capital russa, marcada para setembro.

Milhares de pessoas já tinham realizado um protesto no sábado anterior, pedindo que os candidatos fossem registrados.

Depois disso, a polícia realizou diversas buscas e umas série de detenções ao longo da semana, inclusive do líder opositor Alexei Navalny, preso na última quarta-feira (24).

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO