Regime comunista da China está separando crianças de seus pais

    0
    116

    Centenas de crianças perderam o contato com seus pais e mães, que foram presos ou enviados a campos de reeducação.

    Uma investigação liderada pela emissora BBC News revela que a China está “deliberadamente” separando crianças muçulmanas de suas famílias na região de Xinjiang, no oeste do país asiático.

    Com base em documentos públicos e 60 entrevistas com familiares, a reportagem afirma que o regime comunista detém centenas de milhares de adultos muçulmanos da etnia uigur em acampamentos “de reeducação”.

    Além disso, Pequim está colocando em marcha uma campanha rápida e em larga escala para construir internatos.

    Em apenas uma cidade, mais de 400 crianças perderam o contato com seus pais e mães, que foram presos ou enviados a campos de reeducação, informa o jornal Gazeta do Povo.

    O regime chinês afirma que o objetivo desta política é evitar o extremismo religioso no país, mas as medidas adotadas são amplamente vistas como uma forma de repressão à minoria muçulmana.

    CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

    COMENTÁRIOS