Senador dos EUA quer investigação do FBI sobre FaceApp

0
45

O FaceApp está no topo das principais lojas de aplicativos do mundo. Utilização dos dados enviados pelos usuários preocupam especialistas e políticos.

O popular aplicativo russo FaceApp, que permite aos usuários mudar sua aparência para mais jovem ou mais velho, está envolto em polêmica nos Estados Unidos, onde um senador pediu ao FBI que iniciasse uma investigação.

O senador Chuck Schumer, chefe da minoria democrata no Senado, pediu ao FBI e à FTC, a agência de defesa do consumidor, que “investiguem os riscos à segurança nacional e à privacidade” das pessoas, em relação ao FaceApp.

O aplicativo está sendo usado por milhões de norte-americanos, mas que foi desenvolvido por uma empresa de São Petersburgo, cidade no noroeste da Rússia.

Em carta enviada ao FBI, segundo a agência AFP, Schumer alertou:

“A localização da FaceApp na Rússia levanta questões sobre se a empresa pode fornecer dados de cidadãos dos EUA a terceiros, incluindo potencialmente governos estrangeiros.”

Quando o usuário aceita as condições de uso do aplicativo FaceApp, é especificado no pedido de autorização que os dados podem ser cedidos a terceiros, mas não os usos que essas empresas poderiam fazer da informação.

“É algo muito preocupante”, diz Borja Adsuara, advogado especialista em comunicação digital, que também acusa as lojas digitais por não adotarem medidas cautelares, registra o jornal El País.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO