Sérgio Moro desmente narrativa sobre liberação de verbas

0
51

Sérgio Moro disse que “cabe esclarecer que, como juiz, jamais liberou qualquer verba ao Ministério Público”.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, garantiu que jamais liberou verbas para campanhas de publicidade quando atuava como juiz federal da Operação Lava Jato, em Curitiba.

Nesta segunda-feira (15), o blogueiro Reinaldo Azevedo, em parceria com o site panfletário Intercept, divulgou supostas mensagens em que o coordenador da força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) na Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, pediu, em 2016, dinheiro ao então juiz Moro para publicidade contra corrupção.

Em nota divulgada, nesta terça-feria (16), Moro disse que “cabe esclarecer que, como juiz, jamais liberou qualquer verba ao Ministério Público para custear a campanha publicitária sobre as Dez Medidas Contra a Corrupção”.

Moro ainda disse que “a realização de reuniões com o Ministério Público ou com a Polícia Federal para discutir o cumprimento de diligências já autorizadas judicialmente fazem parte do cotidiano de qualquer Vara Criminal diante de grandes operações”, informa o site UOL.

Em outra manifestação, desta vez em sua página na rede social Twitter, o ministro disse que “essa campanha contra a Lava Jato e a favor da corrupção está beirando o ridículo”.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO