‘Tem problemas psiquiátricos’, diz advogado de hacker preso

0
284

Advogado levou remédios para o hacker que confessou ter invadido celulares de centenas de autoridades brasileiras.

O advogado Luiz Gustavo Delgado, que representa Walter Delgatti Neto, o “Vermelho”, um dos quatro presos na Operação Spoofing, levou comida, remédios de uso controlado e um cobertor para o cliente na tarde desta quarta-feira (24), na Superintendência da Polícia Federal em Brasília.

O jurista disse que ainda não teve acesso ao teor completo do inquérito:

“Ele [Walter] prestou um depoimento. Eu não tive acesso ainda. Vou ver as medidas cabíveis no caso.”

Ainda segundo o advogado, “Vermelho” prestou depoimento acompanhado por defensor público na terça-feira (23):

“Conversei com ele. Ele tem problemas psiquiátricos. Está atordoado.”

Preso em Araraquara, interior de São Paulo, Delgatti Neto confirmou ter lançado o ataque cibernético contra Moro. Ele acumula processos por estelionato, falsificação de documentos e furto.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO