Transferência de presos tem início após massacre no Pará

0
53

Oito líderes de facção serão transferidos para presídios federais, enquanto outros oito ficarão isolados em unidades prisionais de Belém.

O governo do Pará iniciou a transferência de um grupo de 46 detentos do Centro de Recuperação Regional de Altamira, sudeste do Pará, para Belém, na manhã desta terça-feira (30).

Oito líderes de facção serão encaminhadas para presídios federais, oito para unidades prisionais na capital, onde ficarão em isolamento, e mais 30 detentos serão distribuídos por cinco outras prisões.

As transferências, que iniciaram por volta das 9h30, devem ser concluídas até amanhã, 31 de julho.

Na segunda-feira (29), 57 presos foram assassinados durante uma rebelião no local; 41 deles morreram asfixiadas e 16 decapitados, segundo a Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe).

Mais cedo, o presidente da República, Jair Bolsonaro, falou sobre o massacre. Em entrevista no Palácio da Alvorada, nesta terça-feira (30), o chefe do Executivo declarou:

“Pergunta para as vítimas dos que morreram lá o que que eles acham. Depois que eles responderem, eu respondo vocês.”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO