Tribunal decide que Trump não pode bloquear usuários no Twitter

0
36

Tribunal norte-americano considerou os blocks aplicados por Donald Trump como uma ação “inconstitucional”.

Uma corte de apelações dos Estados Unidos determinou, nesta terça-feira (9), que o presidente Donald Trump não tem o direito de bloquear usuários em sua conta na rede social Twitter.

Segundo a agência EFE, o magistrado Barrington Parker declarou:

“A primeira emenda não permite que um funcionário público que utiliza redes sociais com fins oficiais exclua pessoas de um diálogo aberto na internet pelo fato de que tenha expressado opiniões com o qual o funcionário não esteja de acordo.”

Além disso, o juiz ressaltou que o governo do país e seus representantes são objeto na atualidade de um “debate aberto e robusto”, e disse que, embora frequentemente estas discussões possam ser “incômodas e desagradáveis”, são “algo bom no final das contas”.

A resolução foi tomada depois que vários usuários do Twitter e o Instituto Knight para a Primeira Emenda da Universidade de Columbia apresentaram um processo em julho de 2017 contra o presidente Trump por bloqueá-los no Twitter por fazer comentários críticos.

A conta do Twitter do presidente Trump acumula quase 62 milhões de seguidores, e é utilizada pelo governante com frequência.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO