Bolsonaro defende trabalho forçado para presos no Brasil

0
91

Jair Bolsonaro ponderou que a Constituição proíbe tal penalidade, mas disse que é seu “sonho” a existência de presídios agrícolas no país.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, defendeu o trabalho forçado para presidiários no Brasil.

Ao fim de uma cerimônia em Anápolis, no Estado de Goias, nesta quarta-feira (31), Bolsonaro declarou:

“Eu sonho com um presídio agrícola. É cláusula pétrea (da Constituição), mas eu gostaria que tivesse trabalho forçado no Brasil para esse tipo de gente, mas não pode forçar a barra. Ninguém quer maltratar presos nem quer que sejam mortos, mas é o habitat deles, né?”

Bolsonaro também afirmou que os quatro presos que estariam envolvidos no massacre de Altamira, no Pará, e que foram mortos na noite desta terça-feira (30) por sufocamento dentro do caminhão-cela que os transferia para unidades de Belém (PA), morreram porque “com toda certeza, deviam estar feridos”.

Segundo a revista Veja, indagado sobre as mortes dos quatro presos, Bolsonaro respondeu que “problemas acontecem”:

“Porque uma ambulância, quando pega uma pessoa até doente no caminho, ela pode vir a falecer. O que eu pretendo fazer? … Pessoal, problemas acontecem, está certo? Se a gente puder, eu vou conversar com o ministro Sergio Moro nesse sentido.”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO