‘Não entrei no governo para sair’, diz Sérgio Moro

0
154
(Brasília - DF, 17/06/2019) Presidente da República, Jair Bolsonaro, e o Ministro de Estado da Segurança Pública, Sérgio Moro, durante solenidade de assinatura da MP para Confisco de Bens de Traficantes. Foto: Carolina Antunes/PR

“É uma possibilidade. O pessoal fica com essas especulações todas e eu odeio isso”, afirmou Sérgio Moro.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, afirmou que não entrou no governo federal para sair.

Durante entrevista ao programa “Em Foco”, que vai ao ar na próxima quarta-feira, 4 de setembro, na emissora GloboNews, Moro rebateu “teorias da conspiração” sobre sua relação com o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Quando questionado se ficaria todo o período previsto para o mandato, Moro respondeu:

“Estou realizando um trabalho com o presidente… É uma possibilidade. O pessoal fica com essas especulações todas e eu odeio isso. O meu destino me pertence. Eu vou tomar minhas decisões no momento oportuno. Posso simplesmente acabar esses outros anos e pedir o boné e, sei lá, ir para a iniciativa privada, sumir por um tempo… Ninguém tem um destino traçado. Quem toma decisão sou eu, assim como saí da magistratura. Foi uma decisão difícil, mas achei que era a decisão que tinha que tomar na ocasião. Não me arrependo dela. O que vou fazer daqui a três anos? Não sei.”

E, após a jornalista persistir na pergunta, o ministro enfatiza:

“É possível, é possível. […] Possível, não, é provável: eu não entrei no governo para sair. Entrei no governo para ficar.”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO