‘Tragédia’, diz deputada Sâmia Bomfim do PSOL sobre morte de sequestrador

0
1372

A ação do BOPE contra um criminoso fazendo reféns em ônibus no Rio de Janeiro foi vista como uma “tragédia” por alguns esquerdistas.

A deputada federal, Sâmia Bomfim (PSOL-SP), demonstrou indignação após a ação policial que terminou com a neutralização de um sequestrador que fazia 37 reféns em ônibus na Ponte do Rio-Niterói.

Na manhã desta terça-feira (20), o criminoso identificado como Willian Augusto da Silva, de 20 anos, foi neutralizado por um atirador de elite do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) durante ação policial.

“Comemora uma tragédia como se fosse uma partida de futebol”, disse a parlamentar em postagem no Twitter. “Wilson Witzel é um sociopata”, acrescentou.

O posicionamento da deputada foi seguido pelo próprio Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), que criticou o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, pelo comportamento durante a operação, e também classificou o evento como uma “tragédia”.

Além do cenário político, figuras do mundo midiático também lamentaram a morte do criminoso que colocou em risco a vida de dezenas de pessoas, como é o caso do comentarista da GloboNews, André Fran, e do colunista da Folha, Leandro Sakamoto.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS