Frei Chico recebeu R$ 1,1 milhão da Odebrecht durante 12 anos

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi denunciado pela força-tarefa da Lava Jato, em São Paulo, juntamente com o irmão Frei Chico por corrupção passiva. O irmão de Lula recebeu R$ 1,1 milhão da Odebrecht entre os anos de 2003 e 2015.

A mesada variou de R$ 3 mil a R$ 5 mil e era parte de um pacote de vantagens oferecidas a Lula em troca de benefícios diversos obtidos pela Odebrecht junto ao governo federal. Os empresários Emílio e Marcelo Odebrecht e o ex-diretor da empresa, Alexandrino Alencar, também foram denunciados.

Frei Chico, irmão de Lula, recebia mesada da Odebrecht Foto: EFE/Sebastião Moreira

– Sindicalista militante, Frei Chico – que teria sido quem levou Lula ao sindicalismo – iniciou uma relação com a Odebrecht ainda nos anos 90. No início daquela década, estava em curso o Programa Nacional de Desestatização, que sofreu forte resistência dos trabalhadores do setor. Ao todo, 27 químicas e petroquímicas estatais federais foram vendidas – afirmou a assessoria de imprensa da Procuradoria Regional da República da 3ª Região.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK