AGU pede retorno da investigação sobre quem financia defesa de Adélio

0
88

Nesta sexta-feira, a AGU enviou um memorial ao TRF-1 ressaltando a importância da continuidade das investigações.

A Advocacia Geral da União (AGU) pediu à Justiça, nesta sexta-feira (13), a retomada da investigação que busca descobrir quem financia a defesa do extremista Adélio Bispo de Oliveira, que esfaqueou o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Em memorial entregue ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), o ministro André Mendonça pediu a revogação de uma decisão do desembargador Néviton Guedes que impediu a análise do material apreendido em dezembro no escritório do advogado Zanone Manuel de Oliveira Júnior.

A AGU argumenta que Adélio não sabe quem está arcando com as despesas dos advogados e afirmou que amigos e parentes não teriam condições financeiras para assumir o custo. Portanto, o financiador não teria relação com Adélio.

O TRF-1, em Brasília, marcou para a próxima quarta-feira o julgamento do pedido para serem retomadas as investigações, informa o jornal O Globo.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO