Cientistas criam embriões para salvar rinoceronte branco da extinção

0
19

Os embriões serão mantidos em nitrogênio líquido a uma temperatura muito baixa para serem transferidos para um rinoceronte fêmea em um futuro próximo.

Dois embriões de rinoceronte branco do Norte foram criados em laboratório para tentar salvar esta espécie da extinção.

O anúncio foi feito nesta quarta-feira (11) em Cremona, no norte da Itália, por cientistas que participam do projeto.

Estes embriões representam a última esperança para o rinoceronte branco do Norte — uma das duas subespécies do rinoceronte branco –, após a morte no ano passado do último macho.

As duas fêmeas, Najin, de 30, e sua filha, Fatu, de 19, são os últimos indivíduos de sua espécie e vivem em uma reserva no Quênia.

Nenhuma delas conseguiu terminar uma gravidez com sucesso: Fatu sofre de lesões degenerativas no útero, e Najin sofre uma fragilidade nos membros posteriores, incompatível com uma gravidez.

Os cientistas agora precisam desenvolver uma técnica para implantar os embriões criados em laboratórios em mães portadoras, neste caso, fêmeas de rinoceronte branco do Sul, informa o jornal Correio Braziliense.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS