Glenn Greenwald quer Sérgio Moro longe de Jair Bolsonaro

0
273

“Quanta dignidade uma pessoa está disposta a sacrificar para se apegar ao seu cargo público”, indagou Glenn Greenwald sobre Sérgio Moro.

O militante norte-americano, Glenn Greenwald, editor e cofundador do site panfletário Intercept, está ajudando a impulsionar a narrativa de atrito entre o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Ao compartilhar matérias sobre a indicação de Augusto Aras para a Procuradoria-Geral da República (PRG), Greenwald disse que a decisão “é como se Bolsonaro estivesse conduzindo um novo experimento psicológico sádico no Moro para determinar quanta dignidade uma pessoa está disposta a sacrificar para se apegar ao seu cargo público”.

Em um tuíte seguinte, Greenwald voltou a atacar Moro. “Alguma vez houve uma figura política que se revelou tão rapidamente sem espinha e sem dignidade?”, indagou o editor do Intercept.

“Se Jair Bolsonaro amanhã denunciasse Moro e a família dele com palavras mais insultuosas possíveis, Moro publicaria um tweet elogiando e agradecendo Bolsonaro”, ironizou Greenwald.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO