Joice Hasselmann vence ação contra o site Catraca Livre

0
770

“O esquerdista esquizofrênico Gilberto Dimenstein começa a ser enquadrado pela justiça!”, celebrou Joice no Twitter.

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal determinou que o site esquerdista Catraca Livre, do jornalista Gilberto Dimenstein, apague textos sobre a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP).

De acordo com a decisão proferida nesta segunda-feira (2) pela desembargadora Vera Andrigui, o site tem 48 horas para excluírem as publicações ofensivas.

“As referidas mensagens não têm qualquer interesse público a ser divulgado nem se relacionam à atividade da agravante-autora como parlamentar”, disse a magistrada em sua decisão, segundo o site Pleno.News.

Caso a decisão não seja cumprida, o Catraca Livre terá de pagar R$ 10 mil de multa diária, limitada a R$ 100 mil.

Joice argumenta que foi chamada de “maconheira, gorda, picareta, fraudadora, corrupta, desonesta, histérica e mentirosa”. Além disso, as publicações ainda sugerem que ela seria amante do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Em postagem no Twitter, Joice comemorou a vitória e afirmou que o dono do site, Gilberto Dimenstein, agiu em “surto”.

“O esquerdista esquizofrênico Gilberto Dimenstein começa a ser enquadrado pela justiça! Em pleno ‘surto’, publicou série de ofensas e mentiras sobre mim. Agora, o mau caráter terá que apagar os posts e preparar o bolso. A indenização será alta.”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS