Itamaraty e produtora negam censura a filme sobre Chico Buarque

0
44

O filme “Chico – Artista Brasileiro” agora será exibido em sessão hors concours no encerramento do festival no Uruguai.

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil e a produtora cultural Inffinito, uma das apoiadoras do evento, garantiram que não houve censura ao filme sobre Chico Buarque em um festival de cinema no Uruguai.

A curadoria do evento informou ainda que, como resposta as fake news sobre uma suposta censura do governo brasileiro, vai convidar o filme “Chico – Artista Brasileiro” para ser exibido em sessão hors concours no encerramento do festival.

O Itamaraty, liderado pelo chanceler Ernesto Araújo, disse, por meio de nota, que “limitou-se a indicar sugestões” e que “a seleção dos filmes é de responsabilidade dos produtores do evento”.

Já a Inffinito esclareceu que o filme não constava na lista de selecionados ao festival, visto que é “critério da seleção dos filmes que os mesmos tenham sido lançados no ano corrente do festival e/ou anterior ao mesmo (2018-2019)”.

O documentário brasileiro, no entanto, foi produzido em 2013 e lançado em 2015 e, portanto, não está na lista de filmes do “8º Cine Fest Brasil – Montevidéu“, que será realizado de 3 a 9 de outubro de 2019 na capital uruguaia, informa o site O Dia.

Na manhã desta sexta-feira, o jornalista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, publicou uma suposta carta enviada pela empresa JBM Producciones, do Uruguai, a Miguel Faria Junior, diretor do documentário sobre Chico Buarque.

De acordo com a carta, a produtora havia recebido uma mensagem do cinema que irá sediar o festival, afirmando que a embaixada brasileira havia dito para não exibir o documentário sobre o músico brasileiro.

Confira abaixo a íntegra das notas do Itamaraty e da produtora Inffinito:

Nota da Embaixada do Brasil em Montevidéu:

“No inicio de agosto, a embaixada do Brasil em Montevidéu foi contatada pela produtora cultural Inffinito que pretendia retomar festival de cinema em conjunto com o cinema local Life organizando sua 8a edição.

A Inffinito solicitou à embaixada uma carta de apoio para trazer a produção cinematográfica do Brasil ao Uruguai, pedido que foi atendido no dia 12/08.

A Inffinito concorreu em edital do FSA/Ancine e teve resultado positivo para captação de recursos para o festival. A Inffinito enviou à Embaixada lista preliminar de filmes que estavam sendo considerados pela curadoria do festival. Informada sobre a lista dos filmes, a embaixada limitou-se a indicar sugestões.

A seleção dos filmes é de responsabilidade dos produtores do evento. Na divisão de tarefas, foi solicitado à embaixada que contribuísse com coquetel de abertura e divulgação do evento no Uruguai.”

Nota da produtora Inffinito:

O 8º CINE FEST BRASIL – MONTEVIDÉU, que será realizado de 3 a 9 de outubro de 2019, esclarece que Embaixada do Brasil no Uruguai não é patrocinadora e sim apoiadora do evento e, assim como outros apoiadores, exibidores e distribuidores locais, opina na seleção dos filmes, mas o crivo final fica a cargo da curadoria. É critério da seleção dos filmes que os mesmos tenham sido lançados no ano corrente do festival e/ou anterior ao mesmo (2018-2019). Por esse motivo, o longa “Chico – Artista Brasileiro”, de Miguel Faria Junior, produzido em 2013 e lançado em 2015, não estava na lista de selecionados. Como resposta aos rumores de que houve censura e para comprovar a autonomia do festival na escolha dos filmes, a curadoria informa que vai convidar o filme “Chico – Artista Brasileiro” para ser exibido em sessão hors concours no encerramento do festival.

SEGUE ABAIXO A LISTA DE FILMES SELECIONADOS:

MOSTRA COMPETITIVA

Sócrates, de Alex Morato – lançamento 2018

America armada, de Alice Lanari e Pedro Asberg – lançamento 2018

Simonal, de Leandro Domingues – lançamento 2019

Boca de Ouro, de Daniel Filho – lançamento 2019

A ilha, de Ary Rosa e Glenda Nicácio – lançamento 2019

Maria do Caritó, de João Paulo Jabur- lançamento 2019

Orlamundo, de Orlando Morais – lançamento 2019

Temporada, de André Novaes Oliveira – lançamento 2019

Diz a ela que me viu chorar, de Maira Buhler – lançamento 2019

Todas as canções de amor, de Joana Mariani – lançamento 2018

A mulher do meu marido, de Marcelo Santiago – lançamento 2019

FORA DE COMPETIÇÃO

“Chico – Artista Brasileiro”, de Miguel Faria Junior – lançamento 2015

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS