Salário mínimo na Venezuela não alimenta uma família por 24 horas

0
53

A ditadura venezuelana continua utilizando o alívio efêmero da fome como chantagem política.

O custo da cesta básica na Venezuela aumentou 51,5% entre julho e agosto, deixando a situação dos mais pobres no país sul-americano ainda mais complicada.

De acordo com estudo divulgado nesta quarta-feira (18) pelo Cenda (Centro de Documentação e Análise para os Trabalhadores), o valor da cesta básica representa 62 vezes o valor do salário mínimo mensal no país.

Ou seja, de acordo com estes dados, são necessários mais de dois salários mínimos para suprir as necessidades alimentares de uma família venezuelana por um único dia.

O salário mínimo venezuelano equivale a US$ 1,95 por mês. A recomendação internacional do Banco Mundial é de que seja de no mínimo US$ 1,90 por dia, informa o site UOL.

Os venezuelanos que dependem do salário mínimo tentam sobreviver catando comida no lixo e recorrendo a cestas básicas distribuídas pelo Estado a um custo simbólico, com a condição de se manterem submissos ao regime chavista.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS