Suzane Von Richthofen será tema de dois filmes

0
31

As duas produções serão lançadas no mesmo dia e tratam de pontos de vista diferentes: o de Suzane e o do namorado dela.

A história de Suzane von Richthofen, garota que planejou o assassinato dos pais em outubro de 2002 com a ajuda do seu namorado, será contada em dois filmes diferentes.

Antigamente previsto para ser lançado em 2019, “A Menina que Matou os Pais” chegará aos cinemas apenas no ano de 2020, acompanhado do longa “O Menino que Matou meus Pais“, que mostra a perspectiva de Daniel Cravinhos.

Ambos serão lançados no mesmo dia e têm apresentações em sessões alternadas nas mesmas salas, informa o site Metrópoles.

Gabriel Gurman, CEO da Galeria Distribuidora, afirmou:

“[Essa produção] é um caso único no cinema mundial. É uma oportunidade para o público analisar e chegar à sua própria conclusão sobre os fatos.”

A distribuidora dos filmes destacou que a produção não tem relação com Suzana ou Daniel Cravinhos: as fontes foram os autos do processo judicial.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS