Ysani Kalapalo apresenta o indígena do século 21 ao mundo

0
160

“Senhorita Ysani Kalapalo, agora vamos falar de Amazônia”, disse Bolsonaro em discurso na ONU.

Indígena do Parque Indígena do Xingu, no norte do Mato Grosso, na tribo Kalapalo, Ysani Aweti Kalapalo nasceu há 28 anos atrás.

Em conversa com a RENOVA, em 19 de abril, Dia do Índio, Ysani disse que não aguentava mais “antropólogo falando pelos índios” e se descreveu como uma “indígena do século 21”.

Segundo ela, ser um indígena neste século é “ter acesso a todas as oportunidades que este mundo possa oferecer e se destacar entre todos dessa sociedade”.

Hoje, 5 meses depois desta entrevista, Ysani acompanhou a delegação do Brasil durante o discurso histórico do presidente da República, Jair Bolsonaro, na 74ª Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), em Nova York, nos Estados Unidos.

Antes de abordar o tema da Amazônia em seu discurso, Bolsonaro citou o nome de Ysani:

“Senhorita Ysani Kalapalo, agora vamos falar de Amazônia. Em primeiro lugar, meu governo tem um compromisso solene com a preservação do meio ambiente e do desenvolvimento sustentável em benefício do Brasil e do mundo.”

Ainda durante seu pronunciamento, o presidente do Brasil teceu duras críticas ao cacique Raoni. Segundo ele, o líder indígena não fala por todos os índios do país:

“A visão de um líder indígena não representa a de todos os índios brasileiros. Muitas vezes alguns desses líderes, como o Cacique Raoni, são usados como peça de manobra por governos estrangeiros na sua guerra informacional para avançar seus interesses na Amazônia.”

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS

CONTEÚDO PATROCINADO