Manuela D’Ávila é pega na mentira

0
42

Em depoimento à Polícia Federal, a ex-deputada disse que conversou apenas uma vez com o hacker Vermelho; inquérito da Polícia Federal mostra que a conversa se estendeu por 9 dias.

A ex-deputada federal Manuela D’Ávila foi pega na mentira depois que a Polícia Federal vasculhou seu telefone no âmbito da Operação Spoofing, que investiga a invasão a autoridades brasileiras.

Manuela foi citada pelo hacker Walter Delgatti Neto como a interlocutora entre ele e o jornalista Glenn Greenwald.

Em resposta à acusação, a ex-parlamentar confirmou a versão do criminoso, mas disse que conversou com Delgatti apenas uma vez.

Ledo engano, a conversa entre os dois se estendeu por nove dias e teve direito até a compartilhamento de visão de mundo.

O inquérito sigiloso da Polícia Federal mostra que a troca de mensagens ocorreu entre os dias 12 e 20 de maio deste ano.

Ela havia dito antes que só conversou com o hacker uma vez, no dia 12 de maio, Dia das Mães.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS