Príncipe da Arábia Saudita diz que Irã precisa ser parado

0
37

Herdeiro saudita disse que o mundo precisa adotar “medidas fortes e firmes para deter o Irã”.

Mohammed bin Salman, príncipe herdeiro da Arábia Saudita, alertou que os preços do petróleo podem subir para “números inimaginavelmente altos”.

Bin Salman afirmou que se o mundo não agir para impedir o Irã e optar por uma solução política para resolver suas diferenças, pois uma guerra arruinaria a economia mundial.

Em entrevista à emissora CBS, neste domingo (30), o herdeiro saudita declarou:

“Se o mundo não adotar medidas fortes e firmes para deter o Irã, veremos novas escaladas que ameaçarão os interesses mundiais.”

E acrescentou:

“As provisões de petróleo serão afetadas e os preços subirão para valores inimaginavelmente altos que não vimos em nossas vidas.”

Questionado sobre se os ataques cometidos contra duas usinas da companhia petrolífera estatal saudita Aramco, no último dia 14, poderiam ser considerados “um ato de guerra”, como classificou o chanceler dos Estados Unidos, Mike Pompeo, o príncipe saudita respondeu: “é claro”.

Washington Riad acusam o Irã de estar por trás desses ataques, cuja autoria reivindicaram os rebeldes houthis iemenitas, em guerra com a Arábia Saudita, embora Teerã negue.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS